Petiscos típicos portugueses à moda Barriga Negra.

Eu adoro conhecer lugares em que você se sente em casa como um amigo da família, assim é o ambiente da tasca que une vinhos e petiscos típicos portugueses à moda Barriga Negra à simpatia, cuidado e carinho dos proprietários. Aqui os detalhes fazem toda a diferença, começando pelo nome que é da família alentejana: Barriga Negra!

barriga-negra-balcao

detalhes-3

detalhes-2

detalhes3

barriga-negra-balcao2

detalhes

Por toda a casa há homenagens e inspiração da família, desde os objetos de decoração trazidos da casa da mãe do Antônio ou as plantas do terreno do pai da Catarina ao nome dos pratos no cardápio: sericaia da avó, bochechas de porco à pai, iscas de bacalhau da mãe, rissóis da nandinha, bolo da tia lola ou frango da vovó.

Só de ler percebe-se que as comidas são caseiras, feitas de receitas com alma e histórias, a partir das mãos da Catarina, com ajudinha da sua mãe. Sim, os próprios donos colocam a mão na massa para entregar aos clientes produtos “de família”, frescos, caseiros e originais. Os petiscos já tinham fãs antigos: amigos e parentes que chegavam à casa pedindo os quitutes, só faltavam os “de fora” se renderem. E foi com essa motivação que a Catarina e o Antônio abriram esse charmoso espaço no centro do Porto, próximo ao jardim de São Lázaro.

No cardápio tem boa comida, bons vinhos e sangrias, além de cervejas e sucos naturais e outros. Gostei de tudo que experimentei com destaque bem grande para a sericaia da vó, delicada e deliciosa!

bola-de-alheira-com-grelos
Bôla de alheira com grelos

A bôla tem uma massa leve e suave que combinou perfeitamente com a alheira e os grelos. Eu adoro esses tipos de petiscos para começar a brincadeira! rs

iscas-de-bacalhau-da-mae
Iscas de bacalhau da mãe – as pataniscas.

Eu já sou fã de pataniscas, então não foi muito difícil devorá-las. Me lembrou bastante as pataniscas da minha família do interior de Portugal, tem aquele toque especial de mãe, de família, de casa. Vale a pena experimentar!

alheira-vegetariana
Alheira vegetariana

Na nossa mesa tinha uma pessoa que é vegetariana, então esse prato veio especialmente para ela, mas todas experimentamos. Fiquei surpresa quando soube que era alheira vegetariana, feita de aspargos e esse molhinho (desculpa, esqueci mesmo de que era) mas dava um sabor especial. Achei muito boa. Para aqueles que não comem carne, é uma opção interessante.

 

misto-da-horta
Misto da Horta

Uma outro prato para os vegetarianos é esse tempurá de legumes. Crocante, com produtos frescos e fritinho na hora. Foi aprovado pelas carnívoras e pela vegetariana. Outra dica bacana.

rissois-da-nandinha
Rissóis da Nandinha

Sempre gostei de comer risoles e coxinhas de galinha nas festinhas de criança. Adoro mesmo e aqui no Porto sempre pedimos os rissóis de leitão, que são extremamente saborosos. Esses são de carne e estavam crocantes e bem recheado, fritinhos na hora. Assim como com as pataniscas, eu devorei! Muito bom!

bochecha-de-porco-do-pai
Bochechas de porco à pai

Eu sou meio chata pra comer quando se fala em fígado, tripas, bochechas etc… Não sou fã desses tipos de carne, mas eu não podia deixar passar, principalmente por ser banhado em molho de vinho e vir acompanhada de castanhas portuguesas. Surpreendentemente, eu gostei. Estavam desmanchando e com um sabor esperto! As castanhas deram o toque especial! Aprovadíssimas as bochechas!

sericaia-da-vo
Sericaia da Avó

A sericaia foi o grand finale! É um doce tipicamente alentejano, com derivação da doçaria conventual, feita de ovos, farinha e toque de canela. A massa é super fofa e leve. Me lembrou pão de ló, mas é muito mais gostoso. Eu até fiquei de olho no bolo de chocolate, que parecia muito bom, mas a sericaia ganhou. É pedida obrigatória no Barriga Negra. Vontade de repetir mil vezes! 😉

Para além de tudo o que experimentamos, ainda no cardápio tem outras opções que devem ser tão boas quanto essas e muitos bons vinhos, que deixei para a próxima vez experimentar.

Tá passeando pelo Porto ou planejando uma vinda, aproveite essa dica e experimente os petiscos típicos portugueses do Barriga Negra e as dicas que o Bota na conta tem para você. Acompanhe!

Gostou dessa dica? Confere essas aqui também:

Uma Taberna Portuguesa, com certeza!

Sardinha à portuguesa, ora pois!

Onde comer e beber no Porto

Bôla de alheira com grelos - €2,00
Iscas de bacalhau da mãe - €3,00
Misto da Horta - €2,00
Rissóis da Nandinha - €3,00
Bochechas de porco à pai - €5,00
Sericaia da avó - €2,50
Sangria espumante - €14,50
Limonada caseira - €1,20
*preços em fevereiro de 2017

Barriga Negra

Avenida Rodrigues de Freitas nº 411 loja 1

Terça à quinta: 12h às 15h / 18h às 22h30

Sexta e sábado: 12h às 00h30

https://www.facebook.com/tasca.barriganegra


Acompanhe o blog também nas rede sociais:
1486436411_facebook1486436390_instagram-round-flat

Follow my blog with Bloglovin

 

2 comentários Adicione o seu

  1. O que foi a Sericaia da avó, hem Gabi? Nunca mais bolo de chocolate de sobremesa, rsrsr

    Curtir

    1. Botanaconta disse:

      hahahaha Não é? Estava deliciosa… Ai…só de lembrar fiquei com vontade! hum… bjnhs, Gabi

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s